VISITAS AO ARIRI E ARARAPIRA

( Cidade fantasma )

 

Distante por via terrestre, a sede do distrito do Ariri, o último bairro ao sul de Cananéia, 75 Km. dos quais mais de 60 Km sem pavimentação, é uma vila repleta de histórias que envolvem a Revolução Constitucionalista e outros momentos épicos do Estado de São Paulo. Situado às margens do canal, do outro lado, já em território do Estado do Paraná, há pouco mais de um quilometro, está o que restou de Sâo José de Ararapira, uma vila que atualmente ninguém mais a habita e o mar está escavando de modo a derrubar as casas que ainda restam.

 

Trecho da estrada de acesso à Vila do Ariri, Cananéia SP

 

Esse passeio, desde o Porto Bacharel, no centro histórico de Cananéia, SP, conforme a maré e os ventos, não supera 3,00: horas. No trajeto a Traineira #Manjuba navegará pela baía de Trapandé, pelo Canal de Ararapira, contornando a Ilha da Casca e outras, passando por sambaquis, pela Cachoeira Grande e a comunidade do Marujá.

Visitar a cidade fantasma é uma atração bem interessante.

Almoçar no Ariri, apreciando a culinária caiçara local e ouvindo a conversa de seus habitantes é bem interessante. Permanecer na vila, implica em hospedar-se numa de suas pousadas. Mesmo simples e rústicas são confortáveis e seguras.

vista aérea da Vila do Ariri, às margens do Canal do Varadouro, Cananéia, SP

A partir do Ariri, a traineira # Manjuba oferece passeios para pesqueiros que resultam em pescarias inesquecíveis. Também são oferecidos passeios para criatórios de animais e aves da região, também para trilhas que chegam às cachoeiras e às praias da Ilha do Cardoso.

Pescador amador mostrando o resultado da pescaria no Canal do Varadouro, Ariri, Cananéia, SP