Guaraqueçaba e Tagaçaba

( Viagem pela Mata Atlântica )

 

A Mata Atlântica predomina em toda a paisagem do Lagamar, desde a extremidade norte, a partir de Iguape, SP até as baías de Paranaguá e Antonina no litoral do Paraná.

Placa indicativa de distâncias, rotas e destinos a partir de Guaraqueçaba, PR
Casario colonia de Guaraqueçaba, PR

Isolada no fundo da baía de Paranaguá, PR. distante de Antonina, PR. 70 km. através de estrada sem pavimentação e mal conservada, Guarequeçaba, PR. é uma cidade praticamente isolada. Com atoleiros incontáveis ou poeira erguida pelos automóveis e caminhões que por ela transitam em tempo seco, a melhor opção para ir à cidade é por navegação, valendo-se das traineiras que partem de Paranaguá e Antonina duas vezes ao dia e de lá retornam para seus portos de origem.

Cidade pouco povoada, com povo hospitaleiro e gentil, dispõe de pousadas e restaurantes para bem receber quem a visita.

A traineira # Manjuba navegando por canais de águas mansas e tranquilas, costeando inúmeras aldeias de caiçaras e agricultores familiares perdidos no interior da Mata Atlântica, faz o trajeto entre Cananéia, SP. e Guaraqueçaba, PR. em aproximadamente 7,00: horas, independente das intempéries, maré e vento.

Pela distancia e o tempo do percurso não é recomendável a lotação dos seus 25 lugares, de modo a ter mais espaço para que os passageiros desfrutem de maior conforto para se movimentarem na traineira durante a viagem e aproveitem o visual singular, com famílias de boto cinzas que acompanham a embarcação, os criatórios de aves do Lagamar escondidos nas entranhas dos manguezais e desfrutem da paisagem inesquecível

No caminho, a partir de Cananéia a traineira # Manjuba passa por diversos aglomerados onde residem caiçaras, destacando-se a Vila do Ariri, SP, a cidade Fantasma, em Ararapira PR e outras perdidas nos terrenos alagadiços e na floresta.

Mesmo lotada com seus 25 passageiros, a traineira # Manjuba tem amplas condições para subir o rio Tagaçaba até o seu pequeno porto, nas imediações do vilarejo. As condições se dão em razão do calado e dimensões. O bairro está espremido no interior do Lagamar, em plena Mata Atlântica, junto à Serra Negra e próximo ao Mar Pequeno, no fundão da baía de Paranaguá. Muito procurado por pescadores e por quem aprecia turismo rústico. Tem boas pousadas, simples e rústicas, porém limpas e seguras e inúmeros bares, hotéis e empórios. Na vila residem moradores tradicionais descendentes de pioneiros que povoaram o Estado do Paraná.

A partir de Guaraqueçaba, uma sugestão para os passageiros que gostam de turismo rústico, rural ou de aventura é seguir viagem à Antonina, Paranaguá ou à Ilha do Mel, lugares próximos com inúmeras atrações de laser. Bem equipados para receber turistas, são inúmeros os restaurantes, os bares, os hotéis e pousadas espalhados por esse pedaço encantador do Lagamar.

Além do barreado, prato típico de lá, a cataia, cachaça envelhecida com as folhas dessa árvore também é encontrada com facilidade.

Vista parcial da costa urbana de Guaraqueçaba, PR